Meus livros!

10 janeiro 2010

TEMPO SEM HORA

Alguma coisa no olhar
No sorriso
No jeito de falar

Pode ser o toque
Os gestos
Ou o modo de se comportar

Entender como nada se torna tudo
Como tudo pode ser nada
Como o pequeno fica grande
E o grande, às vezes, tão insignificante

Alguma coisa em você
Alguma coisa em mim
No que fomos
No que somos
No que nos tornamos...

Talvez um comportamento
Talvez uma Escolha
Um dia, uma noite
Um só momento

É tempo sem hora
Que antes ou agora
Chamamos AMOR.

3 comentários:

  1. Olá!
    Vim te visitar e te convidar pra passar lá no meu cantinho pra pegar um selinho promocional que te ofereci.
    Um abraço
    Marineide

    ResponderExcluir
  2. O amor é maior fonte de inspiração.
    E as suas palavras nesse poema revelam isso.
    Seu Dom é divino e encanta a todos que tem o prazer de estar aqui.

    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  3. Oi obrigada pela visitinha!
    Pode contar comigo, vou participar da promoção!

    bjux, amiga

    ResponderExcluir

Comente aqui, vou adorar trocar opinião!