Meus livros!

04 abril 2011

Viver é continuar...

Vinícius de Moraes disse: “ A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.”
O poeta falou a verdade. Vivemos chegadas e partidas, pessoas que entram e saem de nossas vidas. Há quem deixe marcas, quem desperte sonhos, quem cause mudanças, há passado e presente e todo tipo de gente. Magoamos, somos magoados. Experimentamos dor, frustração, saudade, ciúme, vontade, impossibilidade, desconfiança e confiança; olhar de todo jeito em tantas formas de olhar...
Sim. E sentimos alegria, desenhamos interrogação, provamos a tristeza e choramos de decepção. Dói bastante quando alguém querido se afasta de nós. Erramos, acertamos, erramos novamente e depois, tornamos a acertar. É assim mesmo, ninguém é só perder, ninguém é só ganhar.
Vem a noite, o dia, o ciclo do tempo e aprendemos que a cada momento podemos nos reciclar. Encontrar novos sonhos, desejos, lugares, conhecer outras pessoas. E ante a força da mudança, o destino pode e vai nos surpreender. Basta um olhar de expectativa, um pouquinho de querer... E a partir daí, podemos até nos reinventar, assim como reinventar os verbos existir, ser e amar.


Bruna Longobucco

4 comentários:

  1. Ola Bruna,
    estou de volta!!
    Lindo texto!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nada mais prazeroso do que os encontros e desencontros da vida, pois por pior que sejam as situações, experiências sempre são tiradas delas.

    Ótimo post e parabés pelo espaço.

    =0

    ResponderExcluir
  3. Bruna,

    É com muita alegria que passo por aqui para agradecer-lhe pela cumplicidade permitida, ao acompanhar o Caminhar & Ruminar, que ontem completou o seu primeiro ano de vida. Obrigado!

    A festa é você, a sua presença e amizade que empresta sem reservas! Tenha certeza, significa muito!

    Receba o meu fraternal abraço!

    ResponderExcluir

Comente aqui, vou adorar trocar opinião!