Meus livros!

11 maio 2016

CHEGA DE PRECONCEITO CONTRA OS AUTORES NACIONAIS!

Todos que já passaram pelo meu blogue e leram algum de meus artigos sabem que sou autora independente há 12 anos. E com 13 livros publicados, eu posso dizer: o que conquistei até aqui foi muito num país que é considerado de não-leitores. Tenho tiragens de mil livros esgotadas em alguns títulos e várias reimpressões dos que fiz em pequenas tiragens. E ganhei mais ainda com o retorno positivo de cada leitor que deu uma chance para meus livros.
Foram muitas mensagens de emocionar!!!
Nesses anos todos de luta foi justamente pelo incentivo que recebi que continuei.
Mas de vez em quando, na rede, leio coisas que me dão vergonha do pensamento no nosso país. Leitores que ofendem autores nacionais e nos criticam sem ao menos nos dar uma chance. Como pode?
Existem bons livros estrangeiros e bons livros nacionais e igualmente péssimas construções literárias que vêm de fora e péssimas que surgem aqui dentro. Para fazer a diferenciação, só lendo muito.
Como revisora de texto, eu vejo autores que não se preocupam em ler outros autores, que têm um total descuido com o nosso idioma e, por isso, muitos originais com potencial são descartados em editoras sem uma chance de publicação, já que se mede o todo pela maioria.
Claro que há exceções numa análise mais acurada. Mas a verdade é que o tempo urge. E nas pilhas e pilhas de textos, um bom original pode ir para o lixo sem ter passado por uma leitura crítica.
Um caos.
Como um leitor brasileiro pode afirmar para seus seguidores: “não poste nada nacional” num grupo literário?
Como pais que levam filhos à bienais podem dizer:  “detesto livro nacional”? E os outros “elogios” nem vou repetir por respeito a quem vai ler este meu relato.
Por isso o nosso país é considerado um país de não-leitores e temos um índice de leitura de 1,7 livro, em média, por ano. Por isso as pesquisas realizadas apontam que 25% dos brasileiros com 15 anos ou mais são analfabetos funcionais. É triste o nosso cenário.
Por favor, gente, vamos abrir a cabeça para a nova produção literária nacional. Dizer que não gosta sem ao menos conhecer é uma posição no mínimo preconceituosa e limitadora. Você que curte um romance, que curte uma aventura, um mistério ou mesmo uma obra de fantasia, acredite em mim, temos muitos escritores brasileiros talentosos. Eu te desafio a ler meus livros, porque sei que vai gostar! Eu leio. Leio muito. E sei que há muita gente boa por aí. 


11 comentários:

  1. Excelente, Bruna. Pensamos da mesma forma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Edna, quando vi uma postagem proibindo a publicação de nacionais num grupo literário esta tarde, depois de todos os desaforos que ouvi na Bienal, nossa, foi a gota. Mas precisamos nos unir e vencer este preconceito. E vamos. Aos poucos, eu sei, mas caminhando sempre.

      Excluir
    2. Parabéns... Está na hora de parar esse preconceito bobo. Temos autores maravilhosos no nosso país. Sabemos que a química entre autor e leitor não influência o idioma. Obrigada pelas lindas palavras de desabafo, você falou por todos nós

      Excluir
    3. Obrigada, Sue. É verdade, temos autores maravilhosos sim. Bjs

      Excluir
  2. Isso mesmo colega, eu também sou escritora e revisora de texto. Queria muito que todos os escritores modernos gostassem realmente da língua portuguesa, pois é esse detalhe que faz muitas pessoas repudiarem os erros grotescos de alguns autores nacionais e, por tabela, generalizarem o livro nacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como escritora e revisora você sabe exatamente o que acontece. Mas vamos insistindo. Um leitor de cada vez e quem sabe mudamos o preconceito? Beijosss

      Excluir
  3. Admito que, infelizmente, possuía esse preconceito há muitos anos atrás quando para mim a dita "literatura nacional" se resumia aos livros que a escola me obrigava a ler. Já naquela época eu amava a leitura, mas sinto que ainda não era tempo para aquele tipo de literatura, por isso ela não me agradava. Acontece que, interagir na blogosfera literária muda muito a visão sobre os autores nacionais, já que uma hora ou outra os encontraremos por aí. Fico muito triste com a resistência das pessoas em conhecer mais da nossa própria cultura.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então, você deu uma chance, isso é uma vitória. Não adianta tantos rótulos vindos por parte de quem não lê os novos nacionais. Beijosss

      Excluir
  4. Parabéns pela excelente post, Bruna. Confesso pra vc que muitas vezes esse preconceito me dáuma vontade imensa de chutar o pau da barraca e sair do mercado.

    Bju

    M.S. Fayes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é justamente por causa dele e dessa linha de pensamento tão fechada por parte dos brasileiros que precisamos continuar. Obrigada por passar aqui e comentar. Bjsss

      Excluir
  5. Tem muita gente boa como você. Li apenas um livro e já gostei. Mas, como leitora, acho também que falta amor ao nosso idioma, falta vontade de ler e escrever corretamente. Sei também da falta de interesse e incentivo das grandes editoras e imagino a grande dificuldade do escritor brasileiro para publicar suas obras. Confesso que tenho poucos autores nacionais jovens na minha estante e a falta de preparo de alguns pode gerar desinteresse e um julgamento generalizado. Recentemente, na Bienal em BH, adquiri algumas obras de jovens autores nacionais e devo dizer que o primeiro que li me decepcionou. Muito erros ortográficos, gramaticais, com frases tão longas que ficavam sem sentido.Terminei a leitura empurrada. Deu vontade de escrever para a moça, mas temi que ela ficasse magoada (não, não é você). Então enviei um e-mail diretamente a editora, torcendo para que aceitem minha crítica como construtiva e esperando que façam uma boa revisão no livro todo antes de uma nova edição. Claro que não vou julgar todos os outros autores apenas por este mas, se a pessoa ama a escrita, o mínimo que tem que fazer é se dedicar e produzir bons textos, livres, pelo menos, dos erros de português.

    ResponderExcluir

Comente aqui, vou adorar trocar opinião!