Meus livros!

17 agosto 2016

POESIA PARA HOJE



Viver é continuar


Palavras plantadas
Quando são escritas
Na linha finita da vida
Na lauda infinita do tempo

Leituras de olhares
Intérpretes de expressões
Das letras não faladas
Registradas nas impressões

Silêncio forçado
Que grita indignado
ante a inação
Desperta então a indagação
Serena argui a coragem
E pede voz à mudança
Seja firme a intenção

Página em branco
Registra a emoção
Enquanto a tinta que pinta
É a caligrafia da razão
Não se sabe o que vem
Nem o que é mal ou bem

Espaço de tempo
Nos tantos momentos
Dos dias, das horas
Das calmarias e ventos

Amplitude de pensamento político
Compõe diferentes sonetos poéticos
Enquanto o trem se aproxima
Mineira, brinco com as rimas
E olhando os trilhos
Eis meu alento!
Viver é continuar
Pego carona nos bons sentimentos.


BEIJOS DA BRUNA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui, vou adorar trocar opinião!